Navegación – Mapa del sitio

Políticas de Seção

Artigos

Os Artigos constituem o formato mais tradicional da revista. Os artigos devem conter um número máximo de 7.000 palavras (incluindo referências bibliográficas, notas, resumo e abstract) e podem conter um máximo de 5 fotografias e um máximo de 3 excertos de vídeo (com um máximo de 3 minutos cada).

Ensaios

Ensaios referem-se a contributos de natureza escrita (podendo integrar imagens) que visam discussões de natureza reflexiva e, não necessariamente, baseados em projetos de investigação empírica. Como tal, obedecem a critérios que têm em consideração um conhecimento do estado da arte numa certa área bem como o contributo que a reflexão do autor poderá trazer para o debate académico. Considera-se, neste caso, que o tom mais pessoal, exploratório e mesmo especulativo do texto é admissível, desde que o mesmo seja rigorosamente sustentado por um corpus teórico e experiencial sólido. Limite de 5.000 palavras e 3 fotografias.

Ensaios (audio)visuais

Ensaios (audio)visuais: Formato que agrega texto escrito e conteúdos visuais/audiovisuais. Neste caso considera-se uma estrutura próxima do artigo convencional escrito, mas onde existe um diálogo mais próximo com as imagens fotográficas e vídeo.

Foto-ensaios podem conter um máximo de 20 fotografias. Devem ser sempre acompanhados por um texto (até 3.000 palavras) que contextualiza o trabalho fotográfico e dá uma ideia mais ampla sobre a visão e a metodologia empregue pelo pesquisador/fotógrafo.

Vídeo-ensaios devem preferencialmente conter o máximo de 4 excertos vídeo de 5 min. cada. Os CdAA podem, todavia, se o interesse científico e a qualidade dos conteúdos o justificarem, aceitar os seguintes formatos:

  1. Vídeos resultantes de processos de pesquisa empírica (vídeo de entrevistas, processos sociais, rituais, ambientes) com interesse etnográfico/antropológico. Estes devem ser sempre acompanhados por um texto que não deve exceder as 3.000 palavras onde se faz a contextualização científica da pesquisa e a pertinência das imagens captadas e propostas aos CdAA. Os vídeos não devem exceder os 15 min.

  2. Filmes/vídeos completos que resultem de processos de pesquisa etnográfica ou que apresentam inquestionável interesse etnográfico/antropológico. Estes devem ser acompanhados de uma sinopse, de uma contextualização etnográfica/científica e não podem estar disponíveis na totalidade em nenhuma plataforma online. Os vídeos não devem exceder os 30 min.

  3. Filmes/vídeos artísticos de natureza mais experimental que resultem de processos de produção de natureza etnográfica ou que, de alguma forma, contribuam de forma significativa para os debates sobre a intersecção arte/ciência, epistemologia/estética no quadro das ciências sociais. Estes devem ser acompanhados de uma sinopse, de uma contextualização etnográfica/científica e não podem estar disponíveis na totalidade em nenhuma plataforma online. Os vídeos não devem exceder os 15 min.

Etno-artes

Etno-artes são (a) trabalhos que não se enquadram nos formatos tradicionais das ciências sociais e que pretendem reflectir sobre questões relevantes às ciências sociais por meio de abordagens experimentais, ou (b) projectos artísticos que, de alguma forma, se articulam com os objectos e temáticas da antropologia e da etnografia.

Diários de campo

Os Diários de campo são extractos de apontamentos feitos pelo pesquisador em campo. Devem ser acompanhados por um texto de contextualização e conter com um número máximo de 2.500 palavras.

Resenhas/Recensões

As Resenhas/Recensões são textos que criticamente apreciam outras publicações, como livros, artigos, filmes do campo das ciências sociais, procurando dar um enquadramento dos trabalhos recenseados em relação ao "estado das arte" da sua respectiva área. Podem conter um número máximo de 4.000 palavras (incluindo referências bibliográficas e notas).

  • Logo ERIH PLUS
  • Logo EBSCO – EBSCOhost Online Research Databases
  • Logo Latindex – Sistema de Información sobre las revistas de investigación científica
  • Logo DOAJ – Directory of Open Access Journals
  • Logo Navba
  • Revues.org